Feliz de quem tiver uma PEDRA em SAGRES

Palavras-chave | Keywords

"Boca do Rio" "Ermida da Guadalupe" "Farol de São Vicente" "Fauna e Flora" "Fortaleza de Sagres" "Gentes & Paisagens" "Gentes de Vila do Bispo" "Geologia e Paleontologia" "História do Mês" "Martinhal" "Menires de Vila do Bispo" "Paisagens de Vila do Bispo" "Tales from the Past" 3D Abrigo Antiguidade Clássica Apicultura ArqueoAstronomia Arqueologia Experimental Arqueologia Industrial Arqueologia Pública Arqueologia Subaquática Arquitectura arte Arte Rupestre Artefactos Baleeira Barão de São Miguel Base de Dados Bibliografia biodiversidade Budens Burgau Calcolítico Carta Arqueológica de Vila do Bispo Cartografia Cetárias Cista CIVB-Centro de Interpretação de Vila do Bispo Complexo industrial Concheiro Conservação e Restauro Descobrimentos Divulgação Educação Patrimonial EPAC Escolas & Paisagens de Vila do Bispo Espeleo-Arqueologia Estacio da Veiga Estela-menir Etnografia Exposição Figueira Filme Forte Fotografia Grutas Homem de Neandertal Idade Contemporânea Idade do Bronze Idade do Ferro Idade Média Idade Moderna Iluminados Passeios Nocturnos Ingrina Islâmico Landscape marisqueio Medieval-Cristão Megalitismo menires Mesolítico Mirense mitos & lendas Moçarabe Moinhos Museologia Navegação Necrópole Neo-Calcolítico Neolítico Neolítico Antigo NIA-VB Paleolítico Património Edificado Património natural Património partilhado Pedralva Pesca Povoado Pré-história Proto-história Raposeira Recinto Megalítico/Cromeleque Referências RMA Romano Roteiro Sagrado Sagres Salema Santos Rocha São Vicente Seascape Toponímia Vila do Bispo Villa Romana
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Estação da Biodiversidade da Praia da Boca do Rio

A praia da Boca do Rio não nos oferece apenas mar, sol e Arqueologia... antes da chegada do Homem, a Natureza já dominava aquelas paisagens!

















Desde o dia 3 de outubro de 2015 que a Boca do Rio conta com uma Estação da Biodiversidade (EB). Com início na praia de Boca do Rio, o percurso da estação é circular e tem cerca de 2 km. 
Após a subida pela arriba calcária da Lomba das Pias (ou Serro dos Medos), a poente da praia, chega-se a uma zona dominada por matos mediterrâneos. A paisagem é de 'cortar' a respiração, propiciando uma vista privilegiada sobre o Atlântico, sobre a Praia da Salema e, claro, sobre o estuário da Boca do Rio, o Paul da Lontreira, uma zona húmida que reúne, na foz, as ribeiras de Almádena, de Vale de Boi e de Budens.
A Fauna e a Flora da área são características da Costa Vicentina, podendo observar-se uma elevada diversidade de plantas e de aves, sem esquecer os insetos que, com alguma paciência, são relativamente fácies de observar. As lontras, que deram o nome ao Paul da Lontreira, são muito tímidas e difíceis de avistar, mas com sorte, de madrugada ou no lusco-fusco do entardecer, podemos ser presenteados com a sua aparição junto da ribeira ou mesmo em plena praia!
As Estações da Biodiversidade são percursos pedestres curtos (com uma extensão máxima de 3 km), em que a informação sobre as riquezas biológicas a observar encontra-se sinalizada através de painéis colocados ao longo do caminho. Os painéis são uma espécie de guia de campo onde se pode consultar as imagens e os comentários sobre alguns dos animais e plantas comuns na área percorrida.