Feliz de quem tiver uma PEDRA em SAGRES

Palavras-chave | Keywords

"Boca do Rio" "Ermida da Guadalupe" "Farol de São Vicente" "Fauna e Flora" "Fortaleza de Sagres" "Gentes & Paisagens" "Gentes de Vila do Bispo" "Geologia e Paleontologia" "História do Mês" "Martinhal" "Menires de Vila do Bispo" "Paisagens de Vila do Bispo" "Tales from the Past" "Vale de Boi" 3D Abrigo Antiguidade Clássica Apicultura ArqueoAstronomia Arqueologia Experimental Arqueologia Industrial Arqueologia Pública Arqueologia Subaquática Arquitectura arte Arte Rupestre Artefactos Baleeira Barão de São Miguel Base de Dados Bibliografia biodiversidade Budens Burgau Calcolítico Carta Arqueológica de Vila do Bispo Cartografia Cetárias Cista CIVB-Centro de Interpretação de Vila do Bispo Complexo industrial Concheiro Conservação e Restauro Descobrimentos Divulgação Educação Patrimonial EPAC Escolas & Paisagens de Vila do Bispo Espeleo-Arqueologia Estacio da Veiga Estela-menir Etnografia Exposição Figueira Filme Forte Fotografia Geographia Grutas Homem de Neandertal Idade Contemporânea Idade do Bronze Idade do Ferro Idade Média Idade Moderna Iluminados Passeios Nocturnos Ingrina Islâmico Landscape marisqueio Medieval-Cristão Megalitismo menires Mesolítico Mirense mitos & lendas Moçarabe Moinhos Museologia Navegação Necrópole Neo-Calcolítico Neolítico Neolítico Antigo NIA-VB Paleolítico Património Edificado Património natural Património partilhado Pedralva Pesca Povoado Pré-história Proto-história Raposeira Recinto Megalítico/Cromeleque Referências RMA Romano Roteiro Sagrado Sagres Salema Santos Rocha São Vicente Seascape Toponímia Vila do Bispo Villa Romana
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Carta Arqueológica do Concelho de Vila do Bispo - Património Cultural Subaquático: ações de formação, divulgação e colaboração


No passado dia 06 de dezembro, 6.ª feira, as instalações da antiga Lota do Porto da Baleeira, em Sagres, acolheram uma ação de formação em Arqueologia Subaquática integrada no projeto de investigação “Carta Arqueológica do Concelho de Vila do Bispo - Património Cultural Subaquático”, promovido pelo Município de Vila do Bispo em colaboração com o CHAM – Centro de Humanidades da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
A ação de formação foi gratuita e teve por objetivo sensibilizar e capacitar os mergulhadores locais e as empresas marítimo-turísticas dedicadas ao mergulho, sediadas no concelho, para a investigação, conservação, salvaguarda, valorização e exploração turística sustentável do património cultural subaquático de Vila do Bispo, convidando-os a integrar uma plataforma de cooperação que permita a exploração científica, a gestão partilhada e a monitorização de contextos histórico-arqueológicos de naufrágio.
A iniciativa contou com o interesse de 19 participantes, destacando-se a presença do Senhor Delegado Marítimo de Sagres, de 4 membros da Estação Salva-Vidas de Sagres e de representantes das três empresas marítimo-turísticas locais dedicadas a atividades de mergulho.













Na manhã do dia seguinte, sábado, a antiga Lota recebeu mais uma ação integrada no projeto “Carta Arqueológica do Concelho de Vila do Bispo - Património Cultural Subaquático”, desta feita dirigida à comunidade piscatória. O encontro teve por objetivo uma primeira apresentação pública do referido projeto municipal, reunindo cerca de 20 pessoas, designadamente pescadores, armadores, autarcas, investigadores e outros interessados que, em jeito de tertúlia, entraram na “Conversa entre Gentes do Mar: naufrágios, pesqueiros e segredos partilhados”, momento de troca de informações e de conhecimentos relativos a contextos de naufrágio nas nossas águas.
De referir que estas ações contaram com o apoio da Docapesca - Portos e Lotas, S.A. que, mais uma vez, disponibilizou o espaço da antiga Lota da Baleeira para uma iniciativa de âmbito cultural.