Feliz de quem tiver uma PEDRA em SAGRES

Palavras-chave | Keywords

"Boca do Rio" "Ermida da Guadalupe" "Farol de São Vicente" "Fauna e Flora" "Fortaleza de Sagres" "Gentes & Paisagens" "Gentes de Vila do Bispo" "Geologia e Paleontologia" "História do Mês" "Martinhal" "Menires de Vila do Bispo" "Paisagens de Vila do Bispo" "Tales from the Past" 3D Abrigo Antiguidade Clássica Apicultura ArqueoAstronomia Arqueologia Experimental Arqueologia Industrial Arqueologia Pública Arqueologia Subaquática Arquitectura arte Arte Rupestre Artefactos Baleeira Barão de São Miguel Base de Dados Bibliografia biodiversidade Budens Burgau Calcolítico Carta Arqueológica de Vila do Bispo Cartografia Cetárias Cista CIVB-Centro de Interpretação de Vila do Bispo Complexo industrial Concheiro Conservação e Restauro Descobrimentos Divulgação Educação Patrimonial EPAC Escolas & Paisagens de Vila do Bispo Espeleo-Arqueologia Estacio da Veiga Estela-menir Etnografia Exposição Figueira Filme Forte Fotografia Grutas Homem de Neandertal Idade Contemporânea Idade do Bronze Idade do Ferro Idade Média Idade Moderna Iluminados Passeios Nocturnos Ingrina Islâmico Landscape marisqueio Medieval-Cristão Megalitismo menires Mesolítico Mirense mitos & lendas Moçarabe Moinhos Museologia Navegação Necrópole Neo-Calcolítico Neolítico Neolítico Antigo NIA-VB Paleolítico Património Edificado Património natural Património partilhado Pedralva Pesca Povoado Pré-história Proto-história Raposeira Recinto Megalítico/Cromeleque Referências RMA Romano Roteiro Sagrado Sagres Salema Santos Rocha São Vicente Seascape Toponímia Vila do Bispo Villa Romana
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Exploração Topográfica da Gruta de João Vaz (Raposeira)

No seguimento de notícias anteriores, e como já referido, desde os finais do século XIX que a elevada apetência arqueológica dos contextos cavernícolas do território concelhio de Vila do Bispo se encontra perfeitamente reconhecida. Porém, o grau de conhecimento e o panorama da investigação das nossas cavernas mantêm-se praticamente inalterados desde então.
Em 2014, o eminente potencial arqueológico do mal conhecido endocarso do extremo sudoeste da Europa começou finalmente a ser investigado, segundo metodologias necessariamente científicas e sistemáticas.
No âmbito do projeto de investigação, de iniciativa municipal, designado por "Carta Arqueológica do Concelho de Vila do Bispo", ao longo dos dois últimos meses encetámos uma campanha de reconhecimento e de exploração de grutas situadas nas nossas paisagens geológicas.
O passado fim-de-semana foi dedicado à área costeira da Raposeira... nos dias 5 e 6 de agosto demos início ao processo de exploração, interpretação, descrição e topografia da Gruta de João Vaz, a poente da Praia da Ingrina.

Os trabalhos vão prosseguir nos próximos meses, siga esta nossa aventura pelo Tempo Geológico e Arqueológico, assista ao nosso vídeo documental: