Feliz de quem tiver uma PEDRA em SAGRES
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visita da Universidade da Terceira Idade de Albufeira ao património arqueológico, histórico, etnográfico e natural de Vila do Bispo

No passado dia 12 de maio, um grupo de 40 alunos e professores da UATI Universidade da Terceira Idade, polo de Albufeira – deslocou-se ao concelho de Vila do Bispo com o objetivo de visitar uma série de apontamentos relativos ao seu património histórico.
A UATI é um espaço de ação social criado no seio da Associação dos Amigos de Albufeira.
Tendo em conta tratar-se de uma visita organizada no âmbito da disciplina de História, tendo sido manifestado particular interesse no património arqueológico do nosso Concelho, designadamente megalítico, a proposta de itinerário, além de diversos aspetos de carácter histórico, também explorou outras realidades associáveis e complementares como a cultura etnográfica e os próprios contextos naturais e paisagísticos.
  • Centro de Interpretação de Vila do Bispo – introdução ao território.
  • Menir do Padrão – o monumento megalítico melhor preservado e com mais informação associada; indígenas vs neolíticos; monumentalização da paisagem; esculturas antropomórficas; a Revolução Neolítica.
  • Igreja de Guadalupe – Geologia aplicada à Arquitetura; integração na Paisagem; as “anomalias” de um templo gótico do século XV; possível reinterpretação de um santuário natural pré-existente; ecos do Infante Dom Henrique.
  • Pedra Escorregadia – observação de decorações gravadas em menires; intervisibilidade megalítica e relações espaciais; totens identitários e mágico-religiosos; Megalitismo e Astronomia; uma sepultura coletiva do Calcolítico.
  • Almoço de sabores do mar num restaurante de Sagres.
  • Fortaleza de Sagres – o “fim-do-mundo mediterrâneo” segundo a cosmovisão greco-romana; algumas histórias sobre a origem toponímica de Sagres; a sacralização da paisagem do grande Cabo e o culto de São Vicente; mitos e factos, a vida e a morte do Infante Dom Henrique.
  • Cabo de São Vicente – sequência Ermida do Corvo (?), convento “faroleiro”, fortificação e Farol D. Fernando.
  • Boca do Rio – paisagens naturais e culturais da Boca do(s) Rio(s); Paul da Lontreira, com elevado interesse natural e pleno de biodiversidade; Villa Romana dedicada à indústria conserveira; almadrava de pesca ao atum de época pombalina; Forte de Almádena como dispositivo de defesa à armação de pesca...