Feliz de quem tiver uma PEDRA em SAGRES
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Investigação arqueológica nas grutas marinhas da costa de Vila do Bispo


Uma equipa de investigadores da Universidade do Algarve vai realizar uma segunda campanha de campo, de 22 a 25 de junho, com a finalidade de identificar e avaliar o potencial arqueológico, hidrodinâmico e geológico de novas grutas marinhas na região de Sagres, cuja iniciativa decorre no âmbito do PaleoCoast (Adaptações humanas costeiras durante o Paleolítico no sudoeste Peninsular), um projeto coordenado pelo Centro Interdisciplinar de Arqueologia e Evolução do Comportamento Humano (ICArEHB) e pelo Centro de Investigação Marinha e Ambiental (CIMA) da UAlg.
Durante a referida campanha serão realizados levantamentos cartográficos, recolha de amostras e de imagens fotográficas e ideográficas dos trabalhos exploratórios das grutas marinhas ao longo da costa de Sagres, sendo de recordar que na primeira foram identificadas várias reentrâncias na rocha que serão agora exploradas.
A equipa do ICArEHB é constituída por Nuno Bicho, João Marreiros (coordenador da área da Arqueologia) e Frederico Tatá Regala; Duarte Duarte, coordenador da área da hidrodinâmica, geologia e das operações de mergulho científico, integra a equipa do CIMA, bem como Tiago Dores e João Santos. Aos investigadores da UAlg junta-se ainda Ricardo Soares, arqueólogo da Câmara Municipal da Vila do Bispo.
Refira-se por último que este projeto conta com os seguintes consórcios: Associação de Arqueologia do Algarve; Câmara Municipal de Vila do BispoArqueofactory; Cátedra UNESCO UAlg em Ecohidrologia: Água para os ecossistemas e sociedades; Federação Portuguesa de Atividades Subaquáticas (FPAS); e Confederação Mundial de Atividades Subaquáticas.