Feliz de quem tiver uma PEDRA em SAGRES
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

KICK IN THE EYE no Centro de Interpretação de Vila do Bispo

02 novembro - 11 dezembro
entrada livre







































O Centro de Interpretação de Vila do Bispo acolhe, entre 02 de novembro e 11 de dezembro de 2015 uma exposição de Armando Mesías (Colômbia) que resulta do seu trabalho desenvolvido no âmbito do projeto KICK IN THE EYE, no passado mês de fevereiro.
KICK IN THE EYE é um projeto do LAC (Laboratório de Atividades Criativas) que se propõe a convidar artistas nacionais e internacionais a participar em residências artísticas, cujo trabalho e percurso pessoal valorize a pesquisa em/com comunidades locais absorvendo e integrando-as na sua obra, neste caso na cidade de Lagos.
A cidade de Lagos, enquanto destino turístico, é habitualmente visitada por artistas de variadas origens. No entanto essa visita raramente se converte em trabalho artístico que materialize essa passagem pela região e, mais raramente ainda, esse trabalho, a existir, é dado a conhecer à população/comunidade local.
Por outro lado, o turismo enquanto indústria alterou (e altera ainda) profundamente a região nas últimas décadas, tendo transformado as realidades populacionais, laborais, culturais, ecológicas, linguísticas, etc… Face à velocidade e dimensão das transformações operadas tem havido algum deficit de reflexão e produção artística que questionem e cartografem (como marcas para o futuro) o caminho entretanto percorrido.
Acresce a dificuldade em impor a região como destino de turismo cultural que valorize igualmente o património artístico histórico, tal como o contemporâneo. Neste particular sentimos a necessidade de um projeto que convidasse artistas a, propositadamente, habitarem temporariamente a cidade/região e, em residência artística, devolverem esse olhar/reflexão através de trabalho aqui realizado.
Esta é mais uma actividade promovida em parceria com o Município da Vila do Bispo.

Armando Mesías nasceu em 1986, em Cali, na Colômbia e atualmente vive e trabalha em Barcelona. Armando explora o retrato através combinações entre o traço abstrato do pincel com o trabalho da linha detalhada, que se fundem através de uma palete de cores néons brilhantes. A exploração é uma obrigação.